Arquivo do mês março 2017

Cruas ou cozidas? Conheça o melhor jeito de consumir as verduras.

A preocupação com a saúde e boa forma está diretamente ligada com o consumo de legumes e verduras, mas o que nem todas as pessoas sabem é que, tão importante quanto a quantidade, é o modo de preparo desses alimentos.

Segundo nutricionistas, não basta apenas incluir três porções de verduras no cardápio do seu dia. É necessário observar como cada uma delas é preparada, pois o cozimento pode alterar as propriedades nutricionais de alguns legumes e verduras. Isso não significa que os alimentos cozidos são piores, pois da mesma maneira que o calor tem o potencial para desnaturar algumas vitaminas, ele também pode aumentar a disponibilidade de outros nutrientes, como, por exemplo, alguns antioxidantes.

Vamos ver um pouco mais como isso funciona.

Verduras Cruas

As verduras e legumes crus são uma ótima opção para quem está tentando perder peso, pois são ricos em água e fibras, que ajudam a manter a saciedade e levam a um menor consumo de calorias ao longo do dia. Além disso, algumas vitaminas, minerais e enzimas digestivas também estão totalmente preservadas nas verduras cruas.

Verduras Cozidas

Os alimentos cozidos a temperaturas acima de 50oC podem desnaturar alguns nutrientes, como a vitamina C, fazendo com que percam parte de seus benefícios à saúde. Por outro lado, o cozimento também pode permitir que determinados compostos sejam melhor absorvidos pelo organismo. É o caso do tomate que, quando cozido, chega a fornecer até 35% a mais de licopeno (um potente antioxidante associado à prevenção do câncer de próstata) do que o fruto cru.

A melhor maneira de consumo de alguns alimentos

Beterraba: a beterraba deve ser comida crua, pois perde cerca de 25% do ácido fólico depois de cozida. Esse ácido ajuda a prevenir a perda da memória e estimula as funções cerebrais.

Brócolis: cozinhar os brócolis danifica a enzima mirosinase, que ajuda a limpar os agentes cancerígenos no fígado. Prefira ele cru.

Couve: Assim como outros vegetais, a couve também sofre com o processo de cozimento. As fibras e as vitaminas A, C e B6 presentes no alimento vão embora rapidamente com o calor das panelas e a água da preparação. Por isso, prefira este alimento cru.

Pimentão: Os pimentões são ricos em vitamina C, nutriente que é degradado se exposto a temperaturas acima de 190oC. Por isso prefira o pimentão cru, não se esquecendo de lavar bem a casca e procurando dar preferência para o alimento orgânico.

Cenoura: Embora a cenoura fresca seja uma boa fonte de antioxidantes, quando cozida libera ainda mais betacaroteno, um pigmento precursor da vitamina A.

Aspargos: Devem ser consumidos cozidos, pois o calor desencadeia seu potencial anticancerígeno.

Espinafre: Ele é rico em potássio, fibras e vitaminas A, C e do complexo B. No entanto, quando consumido cru, o vegetal apresenta altas concentrações de ácido oxálico, substância que impede a absorção de cálcio e ferro. A boa notícia é que levar o espinafre ao calor das panelas minimiza o efeito, pois o cozimento neutraliza esses fatores antinutricionais.

Fonte:
http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/12270-verduras-e-legumes-crus-sao-mais-saudaveis-que-cozidos-ou-assados

http://www.mundoboaforma.com.br/verduras-cruas-sao-melhores-que-as-cozidas/

http://receitadevida.com.br/viver-melhor/vegetais-comer-cozidos-ou-crus

http://claudia.abril.com.br/saude/cru-ou-cozido-saiba-qual-e-a-melhor-forma-de-consumir-certos-alimentos/

Comente

Ao Ponto conquista 1º lugar em programa de reconhecimento da Philip Morris

A Philip Morris, unidade de Santa Cruz do Sul/RS, anualmente, avalia e premia as empresas parceiras que se destacam nos quesitos Meio Ambiente, Saúde e Segurança. Pelo trabalho realizado durante 2016, a Ao Ponto conquistou 1º lugar e recebeu o reconhecimento do comitê de segurança das contratadas.

Esta conquista é resultado da sinergia e dedicação da equipe local somada ao apoio da supervisão, direção e TST da Ao Ponto. A alegria de ter o esforço reconhecido é visível nos rostos felizes do nosso time.

Parabéns equipe e muito obrigado, Philip Morris!

1 comentário

Dia da Mulher: histórias de quem faz história

Nossa história é recheada de personalidades femininas marcantes que conquistaram seus direitos e invadiram espaços, até então, dominados por homens. O Dia da Mulher homenageia essa luta por igualdade e respeito entre os gêneros, e para celebrar essa data tão importante, elencamos alguns filmes que contam histórias de grandes mulheres. Leia, assista e inspire-se!

Estrelas além do tempo (2016) – Indicado ao Oscar 2017, o filme conta a história de Katherine Johnson, Dorothy Vaughn  e Mary Jackson, três mulheres negras querendo provar sua competência em uma das mais respeitadas organizações do mundo: a NASA. A história se passa em 1961, durante a Guerra Fria e mostra a disputa entre EUA e Rússia na corrida espacial.

Joy: o nome do sucesso (2016) – O longa retrata a vida de Joy Magano, mãe solteira e inventora que, com muita garra e determinação, se torna uma das maiores empreendedoras dos Estados Unidos.

A Dama de Ferro (2011) – Margaret Tatcher alcançou uma das mais altas posições na esfera de poder britânico: foi Primeira-Ministra do Reino Unido. Sua rigidez e determinação em recuperar o país a tornaram conhecida como a Dama de Ferro.

Coco antes de Chanel (2009) – Mais do que uma grande estilista, Gabrielle Chanel revolucionou a forma como as mulheres de sua época se vestiam, abolindo os torturantes espartilhos. Chanel foi a primeira mulher a defender o uso feminino de calças e outras peças que, até então, faziam parte, apenas do guarda-roupa masculino. Também conhecida como Coco, ela deu início a umas das mais consagradas e valiosas marcas do mundo.

Frida (2003) – Frida Kahlo foi uma das maiores artistas do México. Revolucionária, comunista e pintora, defendeu sua pátria e sua cultura. A vida de Frida foi marcada por superações e sofrimento.

Comente

Dicas para incentivar as crianças a terem uma alimentação saudável

Seu filho faz birra para comer? Não come vegetais ou frutas? Apesar de pouco apreciados pela maioria das crianças esses alimentos fazem a diferença no organismo delas, ajudam na imunidade e no crescimento saudável dos pequenos. Para incentivá-los a manter uma alimentação completa e cheia de saúde, separamos algumas dicas que podem ajudá-lo a incluir novos alimentos no dia a dia das crianças:

  • Capriche na apresentação

Crianças, assim como adultos, começam comendo com os olhos. Corte os vegetais e frutas em formatos inusitados, que tenham a ver com o mundo infantil. Transforme um simples prato de arroz e feijão em um vulcão, ou a salada em um simpático rosto.

  • Explore os sentidos

Levar as crianças às compras e incentivá-las a tocar e cheirar alimentos diferentes vai deixá-las curiosas para provar o seu sabor. Outra sugestão é manter uma pequena horta em casa, assim, a criança pode interagir de outra forma com os alimentos e ter mais interesse em prová-los. Sempre que possível, dedique um tempinho para apresentar novas opções.

  • Peça ajuda na cozinha

As crianças adoram participar do preparo dos alimentos. Peça para o seu filho lavar as folhas de alface, para ajudar a misturar a massa do bolo ou decorar alguma sobremesa. Eles também ficarão felizes em contribuir com a escolha do cardápio do dia, permita que eles determinem uma das receitas do almoço ou jantar. Dessa forma, eles terão mais interesse na refeição.

  • Evite bebidas durante as refeições

Mesmo que seu filho não consuma bebidas artificias, líquidos como água ou o suco podem causar a sensação de saciedade e fazer como que ele coma menos do que realmente precisa durante as refeições principais.

  • Facilite o acesso a opções saudáveis

Para escolher a opção de lanche saudável, ela deve ser tão acessível e fácil de consumir quanto uma guloseima. Por isso, mantenha frutas lavadas ou até picadas na geladeira. Lembre-se que o formato será um grande aliado aqui também. Você pode transformar uma fatia de melancia em um picolé, colocando um palito para segurá-la, ou oferecer pedacinhos do céu cortando carambolas em forma de estrelinhas.

  • Seja o exemplo

As crianças imitam o comportamento dos outros, principalmente das pessoas mais próximas. Se você não tiver uma alimentação saudável, seu filho dificilmente terá. Consumir frutas e salada irá incentivá-lo a comer também.

  • Use personagens como forma de incentivo

Pense nos desenhos preferidos dos seus filhos e use-os para incentivar as crianças a comer alimentos saudáveis. Por exemplo, dizer que a Magali adora melancia ou que a força do Super Homem vem dos vegetais que ele come, vai tornar o alimento muito mais interessante.

 

Fonte:

http://mdemulher.abril.com.br/familia/alimentacao-saudavel-quatro-maneiras-de-estimular-o-apetite-das-criancas/

http://www.anutricionista.com/o-que-fazer-para-estimular-a-crianca-comer-melhor.html

https://www.eusemfronteiras.com.br/como-incentivar-os-pequenos-a-comerem-alimentos-saudaveis/

http://pequenada.com/artigos/8-dicas-para-lidar-com-criancas-que-nao-querem-comer

http://disneybabble.uol.com.br/br/cozinhar/receitas-saudaveis/12-maneiras-de-incentivar-seu-filho-comer-frutas

http://delas.ig.com.br/filhos/11-truques-para-seu-filho-comer-melhor/n1597165309883.html

http://www.mundodoabc.com.br/index.php/blog/105-dicas-para-incentivar-a-crianca-a-comer-vegetais

2 comentários