Arquivo do mês Fevereiro 2012

Benefícios das frutas desidratadas

O verão faz com que muitas pessoas mudem seus hábitos alimentares. Além da preocupação com a boa forma, os dias quentes tornam necessárias refeições mais leves. É aqui que ganham destaque as frutas secas. Repletas de nutrientes, elas podem servir como alternativa para quem quer controlar a alimentação sem abrir mão da saúde.

Abaixo, conheça algumas das frutas secas mais consumidas, com suas características e benefícios ao organismo. Mas lembre-se de consumi-las com moderação!

Ameixa: É altamente energética, fornecedora de grande quantidade de calorias. É indicada no combate a hemorróidas e recomendada em casos de prisão de ventre, por seu poder laxativo. Possui grande quantidade de fósforo, o que contribui no tratamento de fraqueza geral e debilidade cerebral, além de ser rica em vitaminas do Complexo B, tornando-a aliada na prevenção de doenças como reumatismo, artrite e arteriosclerose. Ainda tem abundância de niacina, fibras, vitamina C e potássio. Mas atenção: deve ter seu consumo controlado, pois consumida em excesso pode afetar os rins.

Amêndoa: Possui grande quantidade de fibras, zinco e ômega-3. É a campeã em vitamina E, prevenindo o organismo contra toxinas e efeitos nocivos da poluição. É uma excelente opção de lanche, embora seu consumo deva ser controlado, já que é calórica.

Avelã: É a fruta seca mais rica em cálcio, nutriente essencial para manter os dentes fortes e prevenir a osteoporose. Possui, ainda, vitamina C e B-1, que ajuda as células a produzirem energia por meio de carboidrato.

Castanha de Caju: Essa fruta é rica em carboidratos e proteínas. Possui ferro, cálcio, fósforo, sódio e inúmeros tipos de aminoácidos. Também é formada por fito químico e fito esteróis, elementos anticancerígenos. É abundante em fibras e em gordura monossaturada, que ajuda no aumento dos níveis de HDL, o bom colesterol.

Damasco: Esse tipo de fruta seca é rica em vitaminas A e B, além de conter uma grande quantidade de ferro, fundamental no transporte de oxigênio para as células. Contém poucas calorias, não tem gordura e é altamente nutritivo.

Fonte: http://www.saudeesportiva.com.br/frutas-secas.php

1 comentário

Clima carnavalesco

A alegria de Carnaval tomou conta dos restaurantes da Ao Ponto nos últimos dias. Na unidade da Souza Cruz, localizada em Rio Negro-PR, não foi diferente. A equipe fez questão de enviar um registro para o blog, confira abaixo. =)

1 comentário

TÁ NA MESA – CARNAVAL

COQUETEL DE FRUTAS SEM ÁLCOOL

Ingredientes:

– 1 xícara de chá de suco de laranja
– Suco de 1 limão
– 1 xícara de chá de água
– 1 fatia de abacaxi
– 1 beterraba
– 2 sachês de FOS* (opcional). Dica: encontrado em lojas de suplementos alimentares e produtos naturais.
– Folhas de hortelã para decorar

Modo de Preparo:
Descasque e corte todos os ingredientes. Misture tudo no liquidificador e peneire em seguida. Coloque o coquetel em taças e decore com folhas de hortelã. Sirva gelado.

* Mas o que é FOS?
FOS = Frutooligossacarídeo são açúcares não convencionais, não metabolizados pelo organismo humano e não calóricos. Benefícios: Aumenta o número de bactérias benéficas, diminui o produção de bactérias patogênicas, reduz o PH colônico, diminui tempo de trânsito gastrointestinal, aumenta o peso fecal, melhora a tolerância a glicose, reduz os níveis plasmáticos de triglicerídeos e colesterol, possui efeito anticarcinogênico.

Comente

ENQUETE

Existe algum prato/receita/ingrediente que faça você lembrar da sua infância? Por quê?

Eu tenho uma lembrança muito boa que vivi dos 7 anos aos 12 anos, quando passava as férias de verão (de dezembro a março) no sítio em Bacopari, perto de Palmares do Sul, com a minha avó e meu avô, pois meus pais trabalhavam. Durante todos estes anos, minha avó me ensinou a lida do campo. Uma das coisas que eu mais gostava era de ajudar a ordenhar as vacas e, com o leite, ajudar minha avó a fazer os derivados (queijo, nata, manteiga e doces), principalmente o doce de leite. Por isso, até hoje, quando vou ao sítio ou quando como um doce de leite caseiro bem douradinho e cremoso, lembro da minha avó que faleceu há 10 anos. Foi ela que me fez pegar o gosto pela cozinha.
GABRIELA CARDOSO
Nutricionista CRN2 7095

 

 

Lembro que, por volta dos meus 9 ou 11 anos, minha mãe costumava fazer pão caseiro. Eu sempre acompanhava todo o processo da preparação: ela preparava a massa, sovava, colocava em uma bacia e cobria com um pano de prato! Lá, ele ficava por cerca de 40 a 60 minutos, dependendo da temperatura do clima no dia. Lembro perfeitamente que, em dias de frios, ela colocava a bacia em cima de outra bacia com água quente, para favorecer o crescimento da massa. Depois de crescido, era a hora de sovar mais um pouco e montar os pães na forma para serem assados. Enquanto minha mãe fazia todo o “esforço” sovando e enrolando os pães, eu ficava brincando com as sobras das massas na mesa. Volta e meia ela parava toda a produção e montava comigo algumas formas nas massas – o que eu mais gostava de fazer eram “cachorrinhos”! O detalhe era que a mãe sempre assava todas as massinhas feitas por mim, e depois de pronto preparava um delicioso café!
DIEGO ALMEIDA
Encarregado de Restaurante

 

Perguntado sobre pratos que me lembram a infância, logo me veio a cabeça, além do churrasco dominical do Sr. Morvan (meu pai), o Arroz de Forno que nossa doméstica, a Dona Elsira, fazia. Era com frango desfiado, arroz (aproveitado, claro), ovos cozidos, milho verde, ervilhas e com bastante queijo ralado! Parece que consigo lembrar do aroma e do sabor deste prato que me acompanhou durante bons tempos de infância.
FREDERICO MARTINS
Informática

 

2 comentários

TÁ NA MESA

VITAMINA DE VERÃO

Ingredientes
– 1 lata de leite condensado
– 1/2 xícara (chá) de morango
– 1/2 abacaxi picado
– 2 bananas nanicas

Modo de preparo
Bata tudo no liquidificador junto com 2 xícaras de chá de água, até obter uma mistura homogênea. Retire, junte gelo picado e sirva.

Comente

SAÚDE EM DIA

A importância do consumo de água no verão

Com a chegada do verão e do calor, aumenta a necessidade do nosso corpo de maior ingestão de água. Segundo o Ministério da Saúde, devemos ingerir pelo menos dois litros (seis a oito copos) de água por dia.

A água é muito importante para o bom funcionamento do organismo das pessoas em todas as idades. O intestino funciona melhor, a boca se mantém úmida e o corpo hidratado.

Beber água é ainda mais importante agora no verão, quando perdemos mais líquidos por causa da transpiração. Pesquisas feitas na Europa revelam que no verão aumenta o número de pacientes com pedras nos rins, pois as pessoas não tomam água na mesma proporção em que o corpo perde líquido. A redução da quantidade de líquido que passa pelos rins pode facilitar o acúmulo de substâncias nocivas no sangue e na urina, que podem transformar-se em cristais. Com o tempo, esses cristais se juntam e transformam em cálculos renais.

Por isso, dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições. Mas lembre-se: bebidas açucaradas (como refrigerantes e sucos industrializados), chimarrão e bebidas com cafeína (como café, chá preto e chá mate) não devem substituir a água.

Michelle Vieceli
Nutricionista – supervisora
CRN 6937

1 comentário